segunda-feira, 16 de setembro de 2013

Tu que me faz tão bem, de onde vens?



E de onde tu vieste?

De algum planeta distante?
De alguma estrela?

Tu que me faz tão
bem
De onde vens?

Do que são feitos
teus lábios?
De que são feitos
teus toques?
Que me anestesiam
E me embriagam

És resultado de
alguma supernova,
Ou da combustão espontânea
de algum gás?

Não podes ter sido criada
nessa Terra
onde tanto mal existe
onde tudo parece tão ruim

Só podes ser o resultado
do alinhamento
perfeito
de planetas e estrelas

Só podes ter surgido
após uma explosão de luz
no vácuo

Nenhum comentário:

Postar um comentário